• Portal Realeza

Prefeitura de Manhuaçu fiscaliza cumprimento do novo decreto municipal




Desde às primeiras horas desta quarta-feira, 24/06, passou a vigorar, por tempo indeterminado, as normas de restrições ao comércio conforme publicação do Decreto Municipal 405, de 23 de junho de 2020.


O documento prevê medidas duras para quem descumprir, em todo município de Manhuaçu, tanto na cidade, quanto nos distritos.


Ação conjunta de fiscalização envolveu funcionários das Secretarias de Fazenda, Educação e Saúde.


De posse do decreto e do termo de notificação, fiscais percorreram todo o comércio da cidade, iniciando na área central, região da baixada e Rodoviária, Avenida Tancredo Neves, bairros Bom Pastor, Coqueiro e adjacência, e região das ruas Júlio Bueno, Olímpio Vargas, Ponte dos Arcos, Antônio Wellerson e região hospitalar.


A principal orientação aos fiscais é quanto ao cumprimento do decreto. Estabelecimentos proibidos de funcionar serão notificados e fechados. Já os que podem funcionar devem obedecer as normas de higienização e orientações da saúde.


“Seremos rigorosos com a fiscalização. O decreto é bem claro quanto ao que pode e não pode funcionar. Os estabelecimentos que estiverem abertos sem poder serão fechados e os proprietários notificados. Poderão ter, inclusive, o alvará de funcionamento suspenso. A situação é grave. Estamos aqui para fazer cumprir essa determinação”, disse o secretário de Fazenda, Claudinei Domingues Lopes.

MULTAS

Ainda segundo o secretário de fazenda, os estabelecimentos notificados poderão ser multados. “Infelizmente, as pessoas só obedecem quando sentem no próprio bolso. A regra vale pra todos, até as empresas já notificadas anteriormente receberão as multas relativas às irregularidades e caso forem notificadas novamente, receberão outra multa”, alerta Claudinei.

SAÚDE

Equipes da Vigilância Sanitária e Vigilância em Saúde acompanharam os fiscais e observaram principalmente nos locais autorizados a funcionar se estão cumprindo as orientações de higienização e saúde.


Coordenados por Ana Paula Amaral Costa Teixeira e Lorena Gonçalves os fiscais foram orientados a serem rigorosos quanto às medidas do protocolo de saúde. “O momento não é de brincadeira e conversa. Sabemos que todos os dias novos casos estão aparecendo e se não houver colaboração, medidas ainda mais drásticas poderão ser tomadas. Neste momento, os fiscais observam todos os itens do protocolo de saúde, como por exemplo a quantidade de pessoas dentro do estabelecimento, a disposição de álcool em gel para clientes e funcionários e o uso de máscara”, explicou a coordenadora da Vigilância em Saúde, Lorena Gonçalves.


Caso seja encontrada alguma irregularidade, o proprietário é notificado e deve sanar imediatamente, sob pena de multa. O estabelecimento é fechado e, dependendo do caso, poderá ter o seu alvará suspenso.


A fiscalização acontece em todo o município, inclusive nos distritos.

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

Deixe o e-mail e receba as atualizações:

Todos os Direitos Reservados - Portal Realeza - 2017 - 2019

CPF: 116.672.106-02 

Rua Monte Verde, 01 - Distrito de Realeza - MG