• Portal Realeza

Nova forma de cobrança do SAAE é suspensa em Manhuaçu e Distritos



MANHUAÇU (MG) - Reunião na noite desta quinta-feira, 18/01, na Câmara de Vereadores de Manhuaçu adiou parte da nova forma de cobrança da tarifa de água do SAAE. Com a presença da Prefeita Cici Magalhães, do diretor do SAAE Luiz Carlos de Carvalho e do Superintendente de Regulação do CISAB (agência reguladora) Nelson Martins ficou definido com os vereadores um período de transição para o novo modelo.

“Ficou constatado que quando fizemos o decreto no dia 8 de dezembro e demos um prazo de 30 dias para iniciar a cobrança, a leitura foi feita com referência ao consumo de dezembro. Ficou acordado que a cobrança de janeiro será feita pelo modelo antigo e, quem já pagou, terá esse valor como crédito na conta de fevereiro. A partir de março, na conta que vencerá em abril, começará a cobrança pelo novo modelo, só que será dado um desconto de 10% no valor do metro cúbico durante três meses”, destacou o diretor do SAAE, Luiz Carlos de Carvalho.

Com o modelo acordado na reunião, o reajuste só terá início na conta de abril de 2018 e mesmo assim com um desconto de 10% sobre o metro cúbico até junho.

Nesta semana, os vereadores Administrador Rodrigo e Gilson César estiveram na sede do CISAB. Além disso, os dois e os vereadores Adalto do Sintracom e Cabo Ferreira visitaram a sede do SAAE. Durante toda a tarde, técnicos do CISAB, SAAE, Prefeitura e os vereadores estiveram reunidos nesta quinta-feira na Câmara Municipal.

Na reunião, foi definido o percentual de desconto de 10% para minimizar o impacto do reajuste atual. Os dados técnicos apresentados pelo SAAE e pelo CISAB mostram que a autarquia acumula um déficit de 60 mil reais mensais e isso inviabiliza investimentos e a expansão do sistema de abastecimento de Manhuaçu

Presente na reunião, a Prefeita Cici Magalhães admitiu que a mudança gerou um impacto maior do que o apresentando nas reuniões com o Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico (CISAB). “Entendemos que houve um equívoco na cobrança referente a dezembro e, ao longo dessa semana, fizemos várias reuniões com o SAAE e com o CISAB para chegar a esse entendimento. Infelizmente, o SAAE vem trabalhando com déficit, precisa de investimentos e isso precisa ser resolvido”, destacou.

Entre os pontos levantados na reunião, o prazo de três meses vai permitir demonstrar os projetos de investimento e até sugerir outras alternativas para a tarifação de água em Manhuaçu.

Para o Presidente Jorge Augusto Pereira (Jorge do Ibéria) foi uma solução provisória para a questão da cobrança de água. “Acredito que a população teve a resposta para as cobranças que estavam sendo feitas. Nós ouvimos essas solicitações e todos os vereadores atuaram para solucionar isso junto com a Prefeita Cici Magalhães e o diretor do SAAE Luiz Carlos. Agora, com esse prazo, é preciso encontrar uma solução para garantir a sobrevivência do SAAE e também o pagamento justo dos consumidores pela água que utilizarem”, finalizou.

Fonte: Portal Caparaó


  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

Deixe o e-mail e receba as atualizações:

Todos os Direitos Reservados - Portal Realeza - 2017 - 2019

CPF: 116.672.106-02 

Rua Monte Verde, 01 - Distrito de Realeza - MG