• Portal Realeza

Manhuaçu se despede do Padre Júlio


MANHUAÇU (MG) - A tarde deste domingo, 22/07, foi de emoção, despedida e resgate de lembranças para a comunidade de Manhuaçu e região que se reuniu na paróquia do Bom Pastor, para a celebração de corpo presente e encomendação do Padre Júlio Pessoa Franco, falecido no sábado, 21, no Hospital César Leite - onde estava internado para tratamento de saúde.

Presidida pelo Superior da Congregação dos Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora, Padre Mundinho, e acompanhada pelo clero sacramentino, a celebração relembrou a história e trajetória do padre Júlio que, desde sua ordenação trabalhou em Manhuaçu. Além do trabalho como vigário da Paróquia de São Lourenço durante 59 anos, foi o responsável por edificar e reformar dezenas de capelas e por fundar o maior grupo de comunicação da região, reunindo duas emissoras de rádio e um jornal impresso, além de prédios e outros empreendimentos. Um legado que deixou para a cidade e a Igreja.

Durante a homilia, Padre Mundinho destacou que o momento é de agradecer, apesar da perda. “Foi um sacerdote solicito, zeloso, comprometido com a glória de Deus e a santificação das almas, na expressão do nosso fundador Padre Júlio Maria de Lombaerde. Além do sacerdócio, foi um grande empreendedor nas obras da Igreja, sobretudo na área de comunicação. Desde que chegou a Manhuaçu se ocupou da atividade radiofônica, interessou-se pela imprensa escrita, fundando e coordenando do Jornal Tribuna do Leste. Chegou a Manhuaçu em 1958, a partir daí construiu uma história de realizações que lhe renderam tantos elogios quanto críticas, as quais nunca o intimidaram. Somos gratos a toda a população de Manhuaçu e adjacências pela atenção e amizade ao sacerdote que muito amou esta terra e sua gente”, afirmou.

Os padres Márcio Pacheco e João Lúcio Benfica, que foram batizados pelo Padre Júlio, falaram ao final da missa. Acrescentaram, ainda, que o padre Júlio deixou uma marca importante no presbitério através de seu trabalho junto às comunidades da região. Dona Olga, amiga e paroquiana, foi a voz da comunidade e agradeceu a Deus por termos tido tempo de convivência com o padre Júlio Pessoa. “Agora fica a lembrança em nossos corações".

Após a despedida, o corpo foi conduzido em carro do Corpo de Bombeiros pelas ruas de Manhuaçu num cortejo que passou em frente à Igreja Matriz de São Lourenço, casa na qual o Padre Júlio evangelizou durante 59 anos, e depois seguiu para o cemitério municipal.

Com muitas palmas, Padre Júlio Pessoa Franco foi sepultado, logo após a bênção da sepultura, celebrada pelo Padre Heleno, da Paróquia do Bom Pastor.

EMPREENDEDOR

Padre Júlio Pessoa Franco soube, com maestria, utilizar a comunicação para promover a evangelização. Na área de Comunicação, assumiu a direção da antiga Rádio Sociedade de Manhuaçu em 1960, Na década seguinte, em 1972, fundou o Jornal Tribuna do Leste e dez anos depois a Rádio Nova FM.

No Setor Empresarial: construiu o edifício Expansão Cultural; criou a Livraria Expansão Cultural; e fundou a Gráfica Expansão Cultural. Mais tarde, já nos anos 2000, construiu o edifício Tribuna do Leste (São Vicente). Foi Presidente da Fundação Expansão Cultural e Diretor do Fundo de Expansão Cultural.

Era membro efetivo da Academia Manhuaçuense de Letras, participando ativamente de suas atividades e apresentou a biografia de seu patrono Monsenhor José Maria Gonzalez.

O mundo da comunicação perdeu um desbravador, um homem que dedicou sua vida a dar à população informação, cultura e entretenimento, levando a mensagem de Deus sempre como bandeira.

Carlos Henrique Cruz / Jailton Pereira - Portal Caparaó


  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

Deixe o e-mail e receba as atualizações:

Todos os Direitos Reservados - Portal Realeza - 2017 - 2019

CPF: 116.672.106-02 

Rua Monte Verde, 01 - Distrito de Realeza - MG