• Portal Realeza

Acusados de dar golpe de 1,5 milhão em produtores da região são presos



CATALÃO (GO) e ARAGUARI (MG) - Foram presos em Catalão (Goiás) e em Araguari (Triângulo Mineiro), os dois corretores de café acusados de enganar produtores da região de Manhuaçu e aplicarem um golpe de mais de 1,5 milhão de reais. A ação foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar Rodoviária e a agência de inteligência da Polícia Civil de Manhuaçu.

Nos dias 12 e 14 de fevereiro, diversos produtores foram até a Polícia Civil de Manhuaçu alegando que foram vítima de estelionato praticado no comércio de venda de café.

A partir daí, foram feitas diversas postagens pelos produtores em redes sociais com imagens e pedidos de informações sobre o paradeiro das pessoas, acusadas de darem prejuízo nos cafeicultores da região. Pelo menos cinco vítimas procuraram a Delegacia de Polícia Civil de Manhuaçu nos primeiros dias.

De acordo com o registro inicial, os dois acusados, de 29 e 35 anos, que trabalhavam na corretora de café, usando de abuso de confiança e má fé, se associaram para a prática do golpe.

Segundo as vítimas, um dos golpistas apresentou contas em nomes de titulares diversos para serem feitos os depósitos. Elas estavam em nome de terceiros e serviam para o desvio dos altos valores despendidos pelos produtores.

As vítimas alegam que procuraram o dono da corretora, pois não tinham recebido os valores acordados na negociação. Foi nesse momento que foram informadas que os valores tinham sido depositados em contas diversas indicadas pelos dois corretores.

Os suspeitos haviam fugido de Manhuaçu com seus familiares. As vítimas acionaram a Polícia Civil para investigar o caso e localizar os suspeitos. Foram informadas várias contas e valores transferidos pela corretora nas contas indicadas pelos dois suspeitos.

A partir do inquérito aberto sobre o caso, a Polícia Civil representou pela prisão dos suspeitos. Foi concedido mandado de prisão preventiva para os dois e, desde então, eram considerados foragidos.

PRISÕES

Nesta quinta-feira (28/02), por volta das 14h30min, a equipe em fiscalização do Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Catalão/GO, Km 286 da BR 050, no município de Catalão/GO abordou o veículo I/Kia Sorento Ex2, cor preta, que era conduzido pelo jovem de 29 anos.

Após consulta aos sistemas da PRF, foi constatado que o veículo era produto de furto e roubo e que o condutor tinha em seu desfavor um mandado de Prisão em aberto da 2ª Vara Criminal da Comarca de Manhuaçu/MG.

Diante das informações obtidas foi constatada, a princípio, ocorrência de Receptação de Veículo e Cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva.

Posteriormente, o veículo e o condutor foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Catalão/GO para providências cabíveis.

O jovem detido em Catalão informou que ele e o outro procurado, de 35 anos, estavam seguindo viagem juntos. O segundo elemento estava numa Kia Sportage e, ainda os acompanhava um caminhão VW/7.110, cor branca, que levava a mudança dos envolvidos.

Durante o andamento da ocorrência, a Polícia Rodoviária Estadual de Minas Gerais entrou em contato informando que abordou um veículo Kia/Sportage, conduzido pelo outro procurado pela Justiça. Como também havia mandado de prisão em aberto, ele foi conduzido à Polícia Judiciária de Araguari.

No caminhão de mudança, foi encontrada uma mala com 45 mil reais em dinheiro. Ele estava se deslocando para a cidade de Nepomuceno, na microrregião de Lavras, no sul de Minas Gerais.

Fonte: Portal Caparaó

#PRF #Golpe

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

Deixe o e-mail e receba as atualizações:

Todos os Direitos Reservados - Portal Realeza - 2017 - 2019

CPF: 116.672.106-02 

Rua Monte Verde, 01 - Distrito de Realeza - MG