• Portal Realeza

Dois Prefeitos renunciam a mandato na região


1º caso

POCRANE (MG) - O prefeito afastado de Pocrane, Álvaro de Oliveira Pinto Júnior (PSB), “Juninho do Álvaro”, entregou nesta terça-feira (10/04) uma carta de renúncia para a Câmara de Vereadores e deixou o cargo. No pedido, Juninho do Álvaro, alega não mais suportar as pressões que lhe estão sendo impostas e causando prejuízos de ordem financeira e psicológica, não só a ele, mas também a todos os familiares dele.

Na carta ele afirma: “não me resta outro caminho a não ser renunciar ao meu mandado de prefeito da cidade de Pocrane, esperando desde já que o povo pocranense compreenda minhas razões e saibam que apesar do carinho que nutro por eles e das melhorias que sempre sonhei para querida Pocrane, fui impedido de realizá-las.

Na terça, houve polêmica na Câmara de Pocrane. A presidência do Poder Legislativo, o vereador Lamounier Oliveira de Freitas, não fez a leitura da carta de renúncia do prefeito de Pocrane e encerrou a sessão.

No vídeo que circula pelas redes sociais, a presidência da Câmara diz: “vai ser encaminhado [pedido de renúncia] para o assessor jurídico desta Casa, Mauro Bomfim. E, ele vai dar um parecer que será encaminhado para as comissões na próxima reunião, assim que decidirmos. Hoje não vai ser lido. A reunião está encerrada”.

Logo depois, ele deixa a Mesa Diretora da Câmara e a atitude dele começa a ser questionada pelo público que acompanhava a reunião e aguardava a leitura da carta. Álvaro foi candidato a prefeito pela coligação “Todos por uma Pocrane Melhor” e eleito em 2016 com 3.060 votos (51,35%), de acordo com informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Juninho foi afastado do cargo por suposta prática de fraude em licitação. A vice-prefeita de Pocrane, Nadir Domingos Dionis (PSB), Nadir do Eustáquio, faleceu. Desde o afastamento do Juninho do Álvaro, o presidente da Câmara, Ernane José de Macedo, segue como prefeito interino de Pocrane. Após o presidente da Câmara deixar o plenário, o vice-presidente da Casa, o vereador Osmar Ferreira Gomes, o “Osmar do Cachoeirão”, prosseguiu com a reunião e a carta de renúncia foi lida em plenário.

2º caso

CONCEIÇÃO DE IPANEMA (MG) - A Câmara de Vereadores recebeu na noite desta quarta-feira, 11/04, a renúncia do prefeito de Conceição de Ipanema Grosmane Hermsdorff em caráter definitivo por motivos pessoais.

O vice-prefeito de Conceição de Ipanema, Samuel Lopes de Lima, está interinamente no cargo de chefe do executivo desde outubro do ano passado. Naquela oportunidade, o prefeito pediu licença do cargo por seis meses para tratamento de saúde.

O pedido de licença do prefeito para tratamento de saúde foi encaminhado para a Câmara Municipal e opresidente Manuel Pereira da Costa apresentou os documentos e o atestado e promoveu a posse do vice-prefeito pelo período de 180 dias. Agora, encerrado o prazo da licença, o prefeito Grosmane Hermosdorf decidiu que o melhor era renunciar ao mandato.

Fonte: Portal Caparaó

#Politica

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

Deixe o e-mail e receba as atualizações:

Todos os Direitos Reservados - Portal Realeza - 2017 - 2019

CPF: 116.672.106-02 

Rua Monte Verde, 01 - Distrito de Realeza - MG