• Portal Realeza

E.E. Dr. Eloy Werner realiza juri simulado em projeto de literatura.


Capitu traiu ou não Bentinho?

Realeza (MG) - A Escola Estadual Dr Eloy Werner, realizou na ultima quarta-feira (01/11) a finalização de um projeto literário, onde o ápice foi a apresentação de um juri simulado entre os alunos do 3º ano do Ensino Médio da sede em Realeza.


Coordenado pela Professora Milene Pereira Costa, o projeto teve a intenção de incentivar a leitura e a interpretação de texto pelos alunos que estão na reta final do Ensino Médio.

O livro escolhido foi Dom Casmurro de Machado de Assis.

Publicado pela primeira vez em 1899, "Dom Casmurro" é uma das grandes obras de Machado de Assis e confirma o olhar certeiro e crítico que o autor estendia sobre toda a sociedade brasileira.

Também a temática do ciúme, abordada com brilhantismo nesse livro, provoca polêmicas em torno do caráter de uma das principais personagens femininas da literatura brasileira: Capitu.

Após muito estudar, os alunos apresentaram um juri simulado onde o tema central foi, Capitu traiu ou não Bentinho?

O diretor da escola Júlio Caetano Dias na abertura do evento agradeceu a presença de todos, e o esforço dos alunos em apresentar um belíssimo trabalho a todos os alunos do ensino médio e os convidados. Continuou agradecendo a presença dos advogados e ex-alunos da escola Dra. Carolina Garcia Mendes, Dr. Danilo Barbosa de Almeida, Dr. Igor d. Carvalho Gantus Dr. Leandro Ribeiro, Dra. Mayara de Souza Oliveira, Dr. Ubirajara Pereira Faria e Dr. Yure D. Carvalho Gantus, que aceitaram o convite para compor o corpo de jurados.


Os personagens principais Bentinho e Capitu foram representados pelos alunos Pedro Henrique e Letícia, os advogados de defesa de Bentinho foram representados pelos alunos João Pedro e Lucas, os advogados de defesa de Capitu foram as alunas Lorena e Beatriz. Compuseram ainda a cena os alunos Oscar e Taís como polícia militar, Vitória como oficial de justiça e o Professor Gelson Araújo foi o juiz presidente do tribunal do juri. Outros alunos participaram como testemunhas.


Os alunos demostraram pleno conhecimento do livro e utilizaram-se dos mínimos detalhes para defender Bentinho e Capitu.


Ao final, o corpo de jurados após votação apertada, declarou Capitu inocente da acusação de traição, sendo 4 votos favoráveis e 3 contrários.


Informação Porta Realeza / Fotos Júlio Caetano Dias

#EscolaEstadualDrEloyWerner

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social

Deixe o e-mail e receba as atualizações:

Todos os Direitos Reservados - Portal Realeza - 2017 - 2019

CPF: 116.672.106-02 

Rua Monte Verde, 01 - Distrito de Realeza - MG